Skip to main content

Monogram/APIQR - Alerta de fraudes


Chegou ao nosso conhecimento que indivíduos entraram em contato com participantes do programa API Monogram/APIQR, alegando serem funcionários da API ou atuando em nome da API e solicitando pagamentos de despesas de auditoria e/ou de taxas de licença. A API não faz uso de agências ou empresas de cobrança e todas as comunicações relativas a taxas do programa API Monogram/APIQR são tratadas pela API Quality Finance. Lembre-se:

  1. Os funcionários da API nunca entrarão em contato com você usando e-mails que não terminem com "@api.org".
  2. Os funcionários da API nunca solicitarão que você faça pagamentos diretamente para um terceiro.
  3. Todas as informações oficiais do Monogram/APIQR são publicadas em nosso site em https://www.api.org/products-and-services/api-monogram-and-apiqr.
  4. A API não emite licenças comerciais.

A API considera a usurpação de nome alheio um crime extremamente grave e estamos trabalhando com as devidas autoridades legais para identificar e tratar desses esquemas fraudulentos. Com este esclarecimento, esperamos evitar que nossos participantes sejam vítimas de golpistas que usam o nome da API. Se você for contatado por alguém suspeito que não esteja representando adequadamente a API, siga as orientações abaixo para informar a fraude imediatamente.


Sinais de solicitações fraudulentas de pagamento

  1. O e-mail não se origina de um endereço de e-mail "@API.org" oficial, e sim de um domínio não relacionado ou de serviços gratuitos de e-mail.
  2. O nome do e-mail exibe o domínio "@api.org", mas o endereço no cabeçalho não corresponde a ele e mostra um domínio diferente.
  3. A pessoa fornece informações de contato que não correspondem às informações públicas de contato da API em suas sedes nos Estados Unidos ou nos escritórios oficiais de representantes internacionais no Brasil, China, Dubai e Singapura.
  4. A pessoa alega que não aceitará ligações telefônicas ou que todas as transações precisam ser feitas por e-mail.
  5. A pessoa solicita suas informações bancárias por e-mail.
  6. Eles oferecem inscrições ou outras documentações usando os selos API que não correspondem aos materiais disponíveis no site oficial da API em www.api.org.

O que fazer?

O que você deve fazer

  1. Entrar em contato com a API em certification@api.org para nos avisar que você está recebendo comunicações fraudulentas e inclua em seu e-mail estes três itens:
    • O e-mail original.
    • Linha de assunto original – não altere a linha de assunto original do e-mail recebido.
    • Os cabeçalhos completos, incluindo os cabeçalhos – os cabeçalhos do e-mail contêm um registro detalhado da rota específica que um e-mail faz na Internet ao ser enviado para você.
  2. Encaminhar os mesmos e-mails para denunciar endereços abusivos para os Provedores de Serviço de Internet ou ISPs envolvidos. Por exemplo, abuse@gmail.com e aol_phish@abuse.aol.com.
  3. Se você enviou pagamento de acordo com as instruções dos fraudadores, entre em contato com as autoridades locais, com seu banco e com o banco para o qual o pagamento foi enviado.

Esses itens nos ajudarão a investigar e identificar os indivíduos que estão se passando por funcionários da API e a adotar medidas adequadas.

O que você não deve fazer

  1. Clicar nos links do e-mail.
  2. Abrir anexos que chegam com o e-mail.
  3. Responder ao e-mail ou contatar os remetentes de alguma maneira.
  4. Responder a propostas de negócios não solicitadas e/ou a ofertas de associação de pessoas que você não conhece.
  5. Revelar detalhes pessoais ou financeiros para pessoas que você não conhece.
  6. Enviar dinheiro. Se você se tornou membro da API, será enviada uma fatura para sua empresa depois que a decisão de associação for tomada. A API não solicitará pagamento de associação antes de confirmar o seu status como membro.
  7. Avançar nas comunicações, caso você julgue que a comunicação seja fraudulenta.